Regresso às Aulas 📚 (novas amizades?!)

22:12

(4a parte da sequela do Regresso às Aulas)

Olá moons! Como estão?! Nervosos? Entusiasmados? Com receios ou medos? Felizes? Tristes? Acredito que haja de tudo. Estou a falar com aqueles que, tal como eu, nos próximos dias voltarão àquela rotina que nós tão bem conhecemos (aulas, aulas e mais aulas. Testes, mais testes e exames). E, em especial, com aqueles que, este ano, irão mudar de turma/escola ou aqueles que irão fazer aquela grande transição do Secundário para a Universidade. Muitos de vocês vão mudar de casa, e até de cidade! Certamente para muito longe da vossa casa. Uns, não irão sozinhos, com a sorte de irem acompanhados por alguns amigos. Outros, já não terão essa facilidade, e mudar-se-ão sozinhos para uma nova localidade, que talvez nem conheçam. Compreendo muito bem a mistura de sentimentos com que vocês se encontram. Eu, infelizmente, fui um caso da segunda opção.

Como sabem, eu sou de Vila Pouca de Aguiar. Uma vila pequena do distrito de Vila Real, da qual eu nunca saí durante muito tempo ou para muito longe, somente para férias. E vi-me a fazer a escolha de ir estudar para Coimbra, perseguindo um sonho de criança. Fui sozinha, literalmente sozinha. Tudo era novo para mim: a cidade, as pessoas, os costumes, os cheiros, a mudança dramática do estilo de ensino do Secundário para o Universitário, as minhas tarefas, tudo! Não vou estar aqui a entrar em grandes pormenores, pois isso está guardado para um outro post. Mas, hoje, vou falar específicamente sobre a minha saída daquela solidão até ao momento de arranjar novos amigos.

Posso dizer que a mudança foi muito traumatizante para mim e, no início, mesmo fazendo parte de uma tertúlia, parecia que não me conseguia integrar como as outras pessoas. Eu tentava! Mas parecia-me que não conseguia e, então, fechava-me na minha bolha até chegar a casa e ir chorar tudo ao telemóvel com o meu namorado. Foi assim durante um tempinho, 1 mês e meio, talvez mais. Até ter conhecido, num perfeito acaso, posso mesmo dizer, a minha primeira amiga de Coimbra. Fiona, se estiveres a ler isto (sei que sim!), sabes que foste a minha primeira salvação! Graças a ela, fui conhecendo mais pessoal de lá, fui saindo da minha bolha, fui-me dando a conhecer.
Até que, certo dia, num mero acaso também, conheci outra doida da minha tertúlia (praxe) que tinha chegado à pouco tempo, pois só entrara na 2a fase. Ela encontrava-se na minha situação inicial, pois ainda não conhecia ninguém. O que é certo é que os loucos dão-se todos bem, portanto, desde essa magnífica tarde (Diana, sabes do que falo!) nós não nos separamos mais. Juntamo-nos logo as três e assim ficamos, até hoje. Pelo caminho fui conhecendo novas personagens  (adoro-vos migas!) e tive a sorte de serem as melhores que eu poderia ter conhecido! E, não podia deixar de falar da maior personagem delas todas, a minha Madrinha de Praxe! Também foi um acaso, mas este um acaso ainda maior. De uma noite típica de diversão de universitários, passamos a ser madrinha e afilhada, até ao momento presente, que vivemos juntas.

Isto tudo para dizer que, vai ser difícil? VAI! Vai demorar muito? NÃO SEI! Vão ser todos verdadeiros? CLARO QUE NÃO! Vais ter de os saber distinguir e escolher os melhores para ti. Vai valer a pena? MUITO! São eles que, mesmo sem saberem ou sem se aperceberem, irão fazer a mudança muito mais fácil e melhor. Só não te podes encostar no teu canto com medo que eles não gostem de ti, tal como eu fiz, e dá-te a conhecer! Mostra quem és, mostra aquilo que és, partilha experiências, de certeza que também não estará a ser fácil para muitos deles e, verás, que tudo se tornará muito mais simples!


🌙Aqui ficam algumas fotografias de algumas ocasiões especiais para mim, com algumas daquelas pessoas especiais. (Perdoe-me quem falta, pois eu não tenho fotos com todas, infelizmente.)



Espero que este meu desabafo, sirva para ajudar alguns de vocês a ultrapassar melhor este ponto (de muitos) das vossas atuais mudanças.
Obrigada por me "ouvirem". Para mim, é muito importante partilhar a minha experiência para poder ajudar quem estiver a passar, ou quem for passar, pelo mesmo. Partilhem!


I HOPE YOU ENJOY IT! HAVE FUN IN MY ROOM! 🌙

You Might Also Like

2 comentários

Obrigada pelo teu comentário! Para mim, é muito importante ler as vossas opiniões.🌙